Home

VC no Portal

Educação

SUSPEITO DE PEDOFILIA É PRESO EM CONFINS PDF Imprimir
NOTÍCIAS - POLÍCIA
Escrito por Rodrigues de Pessoa   
Sex, 22 de Maio de 2009 15:13

Foi preso nesta semana um homem suspeito de abusar sexualmente de um menor de 15 anos, portador de deficiência mental. O crime ocorreu na cidade de Confins, há ainda um possível abuso contra a filha de 8 anos que conforme relatos assistia filmes a pornográficos com o pai.

O caso está sendo apurado pela justiça e após confirmação do crime, o mesmo poderá ser sentenciado pelos crimes de estupro e atentado violento ao pudor, podendo cumprir pena mínima de 6 anos e máxima de 20 anos. Não é possível a divulgação de mais informações sobre o suspeito, pois o mesmo ainda está sendo investigado e não foram confirmadas as suspeitas apuradas.

Pedofilia em Confins

Denuncie a PedofiliaDenuncie a PedofiliaSempre que vemos ou ouvimos falar de pedofilia, o crime está muitas vezes associado a internet, mas como no caso acontecido em Confins isso ocorreu sem a veiculação do mesmo na internet, ou seja, o ato hediondo nem sempre é divulgado ficando muitas vezes difícil para as autoridades chegarem aos criminosos e tomarem as devidas providências.

Um grande auxílio da população no sentido de combater essa prática é a denúncia que pode ser feita em Confins pelo telefone, através dos números (31) 3686-1333 e 3686-2272. A informação é tratada anonimamente, ou seja, não prejudica o denunciante, todas as denúncias são investigadas pela Polícia Civil.

 

Pedofilia no Brasil

A lei brasileira não possui o tipo penal "pedofilia". Entretanto, a pedofilia, como contato sexual entre crianças e adultos, se enquadra juridicamente nos crimes de estupro (art. 213 do Código Penal) e atentado violento ao pudor (art. 214 do Código Penal), agravados pela presunção de violência prevista no art. 224, "a", do CP, ambos com pena de seis a dez anos de reclusão e considerados crimes hediondos.

A partir de 2007 os Conselhos Estaduais da Criança e do Adolescente, com a coordenação nacional da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos, lançou uma ampla campanha para coibir a prática de crimes contra menores, através de denúncias anônimas feitas através do telefone 100. Em todo o país este número serve para receber as denúncias de abusos de toda a ordem - e os sexuais são a maioria dos casos.

Pedofilia no Orkut

Era para ser um site de relacionamentos entre amigos. Mas o Orkut acabou virando um celeiro de pedófilos no Brasil. É o que revela um relatório elaborado, a pedido do Ministério Público Federal, pela ONG SaferNet, entregue em 2006 na Embaixada dos Estados Unidos em Brasília. O documento serviu de base para a Procuradoria da República em São Paulo pedir à Justiça Federal do estado que obrigue a Google Brasil Internet Ltda., cuja matriz americana é responsável pela manutenção do Orkut, a quebrar o sigilo de criminosos que usam a internet para aliciar crianças e adolescentes e divulgar fotos pornográficas de menores. Na ação civil, ajuizada naquela época, a procuradoria pede que a empresa pague multa de R$ 200 mil por dia, caso descumpra a liminar.

Fonte de pesquisa

  1. Wikipédia, "Pedofilia", http://pt.wikipedia.org/wiki/Pedofilia
  2. SaferNet, "Pedofilia no Orkut", http://www.safernet.org.br/twiki/bin/view/SaferNet/Noticia20060823013403

 

Adicionar comentário

Não é permitido palavrões ou palavras que ofendam grupos sociais específicos. Você pode demonstrar sua indignação e/ou euforia, entretanto utilize termos adequados e bom senso.


Reservamo-nos o direito de retirar palavras ou frases ofensivas ou então substituir pelo termo [INAPROPRIADO].

Opiniões políticas, culturais, sociais e/ou religiosas são de responsabilidade de seus COMENTARISTAS.

Antes da publicação dos comentários respondemos os e-mails de todos os COMENTARISTAS para maiores informações; se o e-mail não existir ou não for respondido com as informações solicitadas, o PORTAL DE CONFINS se resguarda no direito de não publicar o comentário.


Código de segurança
Atualizar

Banner
Se você não quer sua foto publicada no Portal de Confins, entre em contato citando o evento e o número da foto para retirarmos.
 

Leia o Jornal