Home Colunas Palavra do Doutor

VC no Portal

Educação

PALAVRA DO DOUTOR: FAZER O QUE GOSTA! PDF Imprimir E-mail
Escrito por Marcelo Mari de Castro   
Qui, 03 de Novembro de 2011 00:00

Marcelo Mari de Castro. Médico PSF, Cirurgião legista IML e Professor de medicina legalMarcelo Mari de Castro. Médico PSF, Cirurgião legista IML e Professor de medicina legal

Foi-se o tempo em que "isso" era privilégio de poucos. Talvez não tivéssemos idéia de que este tempo chegaria tão rápido. A cada dia percebo que milagrosamente, mais e mais pessoas procuram realizar aquilo que gostam. Programam-se, trocam seus serviços por trabalhos, fazem do impossível algo real e, tudo, a procura de realização pessoal. A procura de mais tempo para si e para família. Minha bisavó, que hoje nos vigia lá de cima, junto a muitos que amamos, me falou em alto e bom tom: "meu filho quem trabalha muito, não tem tempo de ganhar dinheiro" . Sábia alemã. Com toda sua limitação cultural, estava a frente de sua geração. Confesso que, com minha pouca idade (na época) não consegui entender, por mais que tentasse o que aquela frase poderia significar. Ainda mais estando, ainda, longe de iniciar minhas atividades laborativas.

Passados muitos anos, veio-me a frase como se eu a tivesse acabado de ouví-la. Poder unir o "útil ao agradável" é, sem dúvida, o que todos buscamos (ou esperamos ter). Isso tudo me veio "à tona", depois que minha filha pediu um instrumento para tocar.

Vou explicar melhor: recentemente minha filha, após chegar da escola, me pediu que ensinasse-lhe a tocar um instrumento. Curiosamente perguntei-lhe que instrumento ela gostaria de aprender. A resposta veio certa como uma flecha: flauta doce. Espantado, pedi explicações do porquê de um instrumento não tão comum? E ainda acrescentei: não poderia ser um piano? Um violão?

Neste momento, já arrependido, pensei no que estava fazendo: transferindo um sonho para o pequeno ser humano, que tinha vontade própria e/ou até um dom. Porque temos a péssima mania de querer para nossos semelhantes? Impor o que fazer, onde fazer ou como fazer, talvez seja um dos piores erros de nossa passagem por aqui. E é por isso e por muitas outras coisas, que não posso mais esperar. Retornei para minha aula de cavaquinho, faço planos para retornar ao curso de gourmet e jamais deixarei de atender vocês.

Façam qualquer coisa, mas façam com orgulho, com amor! Faça o que gosta.

Última atualização Qui, 03 de Novembro de 2011 22:46
 
«InícioAnterior12345678910PróximoFim»

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL
Banner
Se você não quer sua foto publicada no Portal de Confins, entre em contato citando o evento e o número da foto para retirarmos.
 

Leia o Jornal