Home Colunas Palavra do Doutor

VC no Portal

Educação

PALAVRA DO DOUTOR: CARNAVAL PDF Imprimir E-mail
Escrito por Marcelo Mari de Castro   
Sex, 04 de Março de 2011 00:00

Médico PSF, cirurgião, legista IML e Professor de Medicina LegalMédico PSF, cirurgião, legista IML e Professor de Medicina Legal

E chegou o carnaval! Carnaval... palavra de origem grega que simboliza “os prazeres da carne” (“carnis” – carne e “valles” – prazer). Festa originalmente criada pelo cristianismo, no século IX, com o sentido voltado para os deleites da carne após um longo período de privação (quaresma). Inicialmente uma festa “tímida”, mais tradicional, comemorada por diversas culturas.  Foi em Paris que o carnaval ganhou fama e cruzou fronteiras influenciando os cinco continentes. A cidade do Rio de Janeiro foi uma das que mais absorveu a cultura parisiense, mas não demorou muito tempo, para que o “jeitinho brasileiro” criasse seu próprio ritmo. Assim, nasceu a primeira festa carnavalesca com desfiles de escolas de samba... Não estaria de bom tamanho se ficássemos apenas nos desfiles de escolas de samba? Incrementado ainda mais pelo jeitinho brasileiro, o carnaval tornou-se foco de comércio. Isso mesmo, comércio!!! Infelizmente não comércios de fantasias, máscaras ou serpentinas. Um comércio triste de prostituição e drogas. Nesta última semana foram apreendidos milhares de frascos de lança-perfume, na fronteira com o Paraguai; toneladas de maconha no norte do País; pedras de crack e ectasy em várias cidades do sudeste. O que se tornou o carnaval. Parece até que estes “produtos” se tornaram peças indispensáveis para um bom e animado carnaval!!! Seria a origem do nome (Carnis + Valles) o culpado ou nossas almas enfraquecidas e perdidas em meio a tanta tristeza. Não tenho a pretensão de rever festinhas de ruas regidas por marchinhas que se rimam ou blocos animados, seguidos por foliões fantasiados... tão pouco sugerir  o “animaval” (“anima” – alma + “Valles” – prazer). O que quero é não ver números que se somam a cada ano, por reflexo dos deleites desenfreados que se apóiam na falsa desculpa de “aproveitar o máximo”; número de pessoas contaminadas por doenças venéreas; números de acidentes automobilísticos nas estradas; número de mortos por violência urbana.... Para que isso não ocorra, vamos refletir sobre as atitudes realizadas nos poucos dias dedicados aos “prazeres da carne”. Não podemos trazer conosco consequências adquiridas capazes de apagar todos os outros dias que, sabiamente, dedicaríamos aos “prazeres da alma”! Tenham todos então, um saudável e alegre carnaval. Aproveitem! Contagiem-se de alegria e paz!!! Pulem de felicidade e fortaleçam aquilo que nos dará força durante o restante do ano.

Marcelo Mari de Castro - Médico PSF, Médico Cirurgião, Médico Legista IML/MG, Professor Universitário na cadeira de Medicina Legal.

Última atualização Qua, 13 de Abril de 2011 09:02
 
«InícioAnterior11121314PróximoFim»

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL
Banner
Se você não quer sua foto publicada no Portal de Confins, entre em contato citando o evento e o número da foto para retirarmos.
 

Leia o Jornal