module and plugin to add google adsense to joomla based websites
PRIMEIRA REUNIÃO ORDINÁRIA DE 2014. O PLANO MUNICIPAL DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO FOI UNANIMEMENTE APROVADO Imprimir
Escrito por Adriano Marques   
Seg, 24 de Fevereiro de 2014 15:54

Terça-feira, 14 de fevereiro. A primeira reunião teve como principal ação a aprovação, em primeiro turno, do Esgotamento Sanitário de Confins. Os vereadores foram unânimes na aprovação. Na reunião ainda foi discutida a segurança do Carnaval e comerciantes locais repudiaram a Feira da Madrugada do Brás que aconteceu no mês passado. 

Um ano depois da aprovação da concessão do esgoto sanitário, prefeitura envia plano de implantação da rede. Os vereadores foram unânimes no 1º turno de aprovação do projeto. Foto: Adriano MarquesUm ano depois da aprovação da concessão do esgoto sanitário, prefeitura envia plano de implantação da rede. Os vereadores foram unânimes no 1º turno de aprovação do projeto. Foto: Adriano Marques

O Plano Municipal de Esgoto. O documento contempla as ações para execução da capitação e tratamento do esgoto da cidade. Serão quase 20 mil metros de esgoto que percorrerão o município. São mais de 2 mil pontos de interseção da rede de capitação com as residências e empresas. O esgoto do centro de Confins será levado para a Estação de Tratamento de Esgoto em Pedro Leopoldo no bairro Dr. Lund. O bairro de Tavares e região terá uma ETE para capitação do esgoto e liberação dos resíduos tratados no Ribeirão da Mata. O projeto 1.148/2014 referente ao projeto precisa ainda ser aprovado em segundo turno e se aprovado, serão feitas audiências públicas para tratar questões da execução da obra e então será iniciado os processos para implantação da rede de esgoto. Nesta reunião foram apresentados outros projetos para a próxima pauta.

Jonathan Naviel falou em plenário sobre a feira paulista. Foto: Adriano MarquesJonathan Naviel falou em plenário sobre a feira paulista. Foto: Adriano MarquesPano para manga. Jonathan Naviel utilizou a palavra para demonstra insatisfação de um grupo significante dos comerciantes pela vinda de uma feira de roupas e acessórios de outro estado em uma época de baixa venda e pagamento de impostos. Para relembrar, a Feira Itinerante da Madrugada do Brás veio de São Paulo e se instalou no município por três dias ao lado da Prefeitura. A feira estava sendo cogitada desde meados de outubro do ano passado. O próprio Fala Confins na rede sociais Facebook falou deste evento naquela época, o mesmo não se concretizou por ser final de ano e as vendas serem aquecidas pelas festividades. Entretanto a feira ocorreu no início deste ano num período de grandes cargas tributárias para os empresários. A feira gera polêmica por onde passa, justamente por não ter uma participação dos empresários locais. Os preços também não são melhores, apenas atendem as expectativas de mercado. Os vereadores foram unânimes em defender os empresários e disseram que irão apurar a autorização que foi feita para esse evento. Fora do plenário, alguns vereadores disseram que são favoráveis pela criação de uma feira municipal periódica, ao menos duas vezes por ano.

Segurança no Carnaval. O local tradicional para o Carnaval foi alterado para acontecer do lado da prefeitura, alguns motivos são possíveis. O palco e barracas impedem o trânsito por mais de uma semana, alterando a vida dos usuários de ônibus e diminuindo os negócios para os empresários no centro. O excesso de visitantes que vem para cidade, não se acomoda adequadamente no espaço da praça e acabam depredando patrimônio público e colocando em risco a segurança dos foliões e moradores circunvizinhos. O cheiro de urina é muito desagradável no período do evento. Há também um boato que a estrutura do coreto na Praça Délio Jardim está abalada. Os vereadores demonstraram preocupação com a Segurança Pública do município no período da festa, principalmente nos outros locais fora do evento. Os vereadores disseram que irão solicitar ao novo comandante de Confins, o Tenente Ricardo Lima para intensificar o patrulhamento da cidade no período da festa. Até porque em outras cidades vizinhas não haverá carnaval, como em Pedro Leopoldo e isso vai trazer um maior numero de visitantes para Confins.

Última atualização Seg, 24 de Fevereiro de 2014 15:56
 



Outras notícias:

Powered By relatedArticle

Joomla SEO powered by JoomSEF