Home Notícias Esportes

VC no Portal

Educação

RAPOSA AGRADECE. EDERSON FAZ DOIS NO BOTAFOGO E ATLÉTICO-PR AJUDA CRUZEIRO A PERMANECER NA LIDERANÇA PDF Imprimir E-mail
Escrito por REDAÇÃO e FERNANDO ALMEIDA @SUPER_FC   
Seg, 26 de Agosto de 2013 06:30

Equipe carioca fica a dois pontos do time celeste e permanece na vice-liderança pelo menos até a próxima rodada do Brasileirão. 

Ederson anotou os dois gols do Atlético-PR contra a equipe do Botafogo. Foto: Divulgação Atlético PREderson anotou os dois gols do Atlético-PR contra a equipe do Botafogo. Foto: Divulgação Atlético PR

Uma ajuda providencial deu o Atlético-PR ao Cruzeiro na 16ª rodada do Campeonato Brasileiro e, de quebra, alcançou o G4.

Na noite deste domingo, no estádio Durival de Brito, o Furacão bateu o Botafogo por 2 a 0, gols do atacante Ederson, e impediu que o time carioca retomasse o posto de líder do Brasileirão, que permanecesse com a Raposa.

Com 31 pontos o Cruzeiro fica a dois do Botafogo, agora o vice-líder do Brasileirão. O Atlético-PR chega aos 27.

O jogo. As duas equipes mostravam muita disposição e velocidade no início da partida. Com mais volume de jogo, o Atlético-PR chegou três vezes ao gol alvinegro nos primeiro dez minutos, mas em jogadas sem perigo. Com o passar do tempo, as duas equipes se equilibraram, mas a pressa em concluir as jogadas e o excesso de passes errados facilitavam o trabalho das defesas.

O maior lance de perigo aconteceu somente aos 44 minutos, quando Ederson cabeceou no canto esquerdo de Jefferson, que fez uma difícil defesa e na rebatida Delatorre chutou rente à trave.

O time da casa acreditava na vitória e o zagueiro Luiz Alberto reforçou a ideia ao descer para os vestiários. "Estamos com uma boa postura e entramos para ganhar o jogo independente de ele (Botafogo) ser o líder", avisou. Já os cariocas não tinham Seedorf e Vitinho em boas jornadas e a bola pouco chegava ao ataque.

Ao voltar para a segunda etapa o Atlético-PR não deu tempo para o time carioca se arrumar em campo. No primeiro minuto, o atacante Delatorre recebeu um passe de Paulo Baier, deixou três zagueiros do Botafogo para trás e tocou para Ederson, que chutou fraco, mas o suficiente para a bola entrar no gol protegida por Jefferson.

O Botafogo sentiu o golpe e o Atlético-PR não encontrou problemas para ampliar o placar. Em nova jogada de Delatorre, dessa vez pela esquerda, o atacante tocou novamente para Ederson aos 12 minutos, que tocou por cima de Jefferson para marcar o segundo gol.

No final da partida, aos 43 minutos, o clima esquentou e Pedro Botelho e Vitinho acabaram expulsos, após o atacante botafoguense acertar Weverton em uma disputa de bola e ser puxado pelos cabelos, ainda no chão, pelo ala atleticano. Depois de uma troca de empurrões, Jefferson ainda recebeu o terceiro cartão amarelo.

No final do jogo o meia Seedorf desabafou contra a arbitragem. "Perdemos e claro que por isso o resultado não foi bom. Não gosto de reclamar de juiz, mas não posso apanhar o tempo todo e ver a falta para os outros, não gosto da atitude que os juiz teve. Mas não foi ele que decidiu o jogo, vamos aceitar a derrota como homens e logo já temos outro jogo", reclamou.

O atacante Ederson, que é um dos artilheiros da competição com dez gols, comemorou a entrada no G4. "É o resultado de muito trabalho e todos viram o nosso esforço que não é de agora, e estamos pensando nisso (entra no G4) já faz tempo, mas vamos continuar sempre em busca da vitória", concluiu.

ATLÉTICO-PR 2 X 0 BOTAFOGO

ATLÉTICO-PR - Weverton; Jonas (Juninho), Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Bruno Silva, João Paulo, Everton e Paulo Baier (Marco Antônio); Ederson e Delatorre (William Rocha). Técnico - Vagner Mancini.

BOTAFOGO - Jefferson; Gilberto (Edilson), Bolívar, Dória e Lima; Marcelo Mattos (Alex), Gabriel, Lodeiro e Seedorf; Vitinho e Rafael Marques (Elias). Técnico - Oswaldo Oliveira.

GOLS - Ederson, a um minuto, e aos 12 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wagner Reway (MT).

CARTÕES AMARELOS - Pedro Botelho, Jefferson, Edilson, Dória e Manoel.

CARTÕES VERMELHOS - Pedro Botelho e Vitinho.

RENDA - R$ 186.490,00.

PÚBLICO - 12.124 pagantes.

LOCAL - Estádio da Vila Capanema, em Curitiba (PR).

JESÚS SALVA. ‘ATAQUE TOTAL’ FUNCIONA E ATLÉTICO VENCE A PORTUGUESA COM UM GOL NO FIM

Meia argentino Dátolo marca aos 45 minutos e Atlético volta a vencer no Independência, ganhando moral para jogo com o Botafogo.

Atlético vence a Portuguesa e chega a sua quinta vitória no Campeonato Brasileiro da Série A. Foto: Alex de Jesus / O TempoAtlético vence a Portuguesa e chega a sua quinta vitória no Campeonato Brasileiro da Série A. Foto: Alex de Jesus / O Tempo

Com seis jogadores ofensivos no fim da partida – além de Michel e Marcos Rocha –, o Atlético conseguiu furar a retranca da Portuguesa e venceu por 2 a 1 na Arena Independência, na tarde deste domingo. Os gols da partida foram anotados por Tardelli e Dátolo, para o Galo, e Bruno Henrique para a Lusa.

O Atlético volta seu foco para a partida de volta da Copa do Brasil. Nesta quarta, o Galo recebe o Botafogo no Independência e, para chegar às quartas de final da competição, terá de reverter o placar de 4 a 2 sofrido no Rio de Janeiro.

O jogo. A modificada escalação do Atlético – devido às ausências de Pierre, Ronaldinho e Fernandinho, além da volta de Tardelli – teve imensas dificuldades para encaixar as peças desde os minutos iniciais de partida.

No ataque, Guilherme centralizou a armação do jogo alvinegro, com Tardelli também atuando mais pelo meio do gramado, facilitando a imposição da retranca lusitana. Luan caia pelos lados do campo e, assim como Marcos Rocha, mostrava afobamento e exagerava nos erros de passe. Jô acabou ficando impotente perto da área adversária e tentava, em vão, buscar a bola longe do gol da Lusa.

Sem a presença imponente de Pierre no meio campo, Josué e Rosinei mostravam pouco entrosamento e pecavam nos desarmes pelo meio e pelas laterais. A falha na marcação atleticana resultou, aos 35 min, no tento de Bruno Henrique. Moisés passou em velocidade pela esquerda e cruzou na medida para o camisa 11 escorar e abrir o placar no Horto.

O Atlético virou o intervalo de jogo atrás do placar e Cuca resolveu agir. O técnico arriscou colocando Dátolo na vaga de Rosinei e a pressão ofensiva imposta pelo comandante deu resultado aos 9 min da etapa final. Diego Tardelli aproveitou que a zaga adversária não conseguiu interromper chute de Luan e aproveitou a sobra para tocar sutilmente e empatar o confronto no Gigante do Horto.

Mesmo com o gol sofrido, a Portuguesa manteve o estilo defensivo de jogo e a pressão atleticana se manteve a 'todo o vapor'. Cuca, então, entrou em ação novamente e acionou Michel no lugar de Josué, e Alecsandro para a saída de Junior Cesar.

O ímpeto alvinegro acabou dando o resultado esperado pelo treinador e a vitória saiu aos 45 min com gol de Dátolo após bom cruzamento de Jô.

ATLÉTICO 2 X 1 PORTUGUESA

Motivo: 16ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Moises Aparecido de Souza (PR)

Cartões amarelos: Réver, Luan, Leonardo Silva, Junior Cesar (ATL); Gilberto, Bruno Henrique (POR)

Cartão vermelho: Não houve

Gols: Bruno Henrique 0-1 (35min/1T); Tardelli 1-1 (09min/2T); Dátolo 2-1 (45min/2T)

Público / Renda: 8.555 pagantes / R$ 258.960

Atlético: Giovanni; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Junior Cesar (Alecsandro); Josué (Michel), Rosinei (Dátolo), Guilherme e Tardelli; Luan e Jô. Técnico: Cuca

Portuguesa: Lauro; Rogério, Valdomiro, Moisés Moura e Luis Ricardo; Moises, Souza (Carlos Alberto), Bruno Henrique e Ferdinando; Diogo e Gilberto (Bérgson). Técnico: Guto Ferreira.

Última atualização Seg, 26 de Agosto de 2013 06:45
 
«InícioAnterior12345678910PróximoFim»

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

Notícias - Esportes

Imagem
CRUZEIRO É VICE-LÍDER EM RANKING DOS MELHORES DA AMÉRICA DO SUL

A conquista do Campeonato Brasileiro no segundo semestre continua rendendo frutos ao Cruzeiro. Com... Leia mais...
Imagem
MUNDIAL DE CLUBES. JOGADOR DO RAJA DESDENHA DE RONALDINHO E GARANTE QUE VAI À FINAL

Vivien Mabide diz que não teme craque brasileiro e questiona seu momento: 'Não é mais aquele que... Leia mais...
Imagem
TRICAMPEÃO!!! CRUZEIRO BATE O VITÓRIA E CONQUISTA O BRASILEIRÃO

Aquilo que era absolutamente provável se torna 100% certo com o 3 a 1 em Salvador. Raposa festeja... Leia mais...
Imagem
GUIA: RISCO DE QUEDA DO VASCO SOBE PARA 66%; CRUZEIRO TEM 99% DE TÍTULO

São Paulo já se vê quase livre do perigo de rebaixamento, mas Flu e Bahia estão mais... Leia mais...
Imagem
MATEMÁTICA. MESMO APÓS DERROTA, CRUZEIRO AUMENTA CHANCES DE TÍTULO

Segundo as estatísticas da UFMG, time celeste tem 93,2% de possibilidade de ser campeão nacional,... Leia mais...
Imagem
21ª RODADA. CRUZEIRO VENCE SÉTIMA SEGUIDA E QUEBRA INVENCIBILIDADE DO ATLÉTICO-PR

No encontro de dois times que vivem grande fase, o Cruzeiro foi melhor, mostrou mais uma vez a... Leia mais...
Imagem
VIRA, VIRA. WILLIAN FAZ DOIS, CRUZEIRO SEGURA A PRESSÃO E SE ISOLA AINDA MAIS NA LIDERANÇA

A vitória deu moral para a equipe estrelada, que tem uma sequência importantíssima de jogos nas... Leia mais...
Imagem
NO MINEIRÃO. CRUZEIRO DÁ O TROCO NO FLAMENGO E FECHA TURNO COM MAIS UMA VITÓRIA NO BRASILEIRO

Ricardo Goulart marcou o gol da vitória da Raposa por 1 a 0 sobre os rubro-negros, no primeiro... Leia mais...
Imagem
RAPOSA AGRADECE. EDERSON FAZ DOIS NO BOTAFOGO E ATLÉTICO-PR AJUDA CRUZEIRO A PERMANECER NA LIDERANÇA

Equipe carioca fica a dois pontos do time celeste e permanece na vice-liderança pelo menos até a... Leia mais...
TABELA DO BRASILEIRÃO 2013

Classificação do Brasileirão
Banner
Se você não quer sua foto publicada no Portal de Confins, entre em contato citando o evento e o número da foto para retirarmos.
 

Leia o Jornal