Home Notícias Cultura GALPÃO ALÇA VOO RUMO AO DESCONHECIDO COM O NOVO ESPETÁCULO INSPIRADO NO UNIVERSO DE ANTON TCHEKHOV

VC no Portal

Educação

GALPÃO ALÇA VOO RUMO AO DESCONHECIDO COM O NOVO ESPETÁCULO INSPIRADO NO UNIVERSO DE ANTON TCHEKHOV PDF Imprimir E-mail
Escrito por Carolina Braga - EM Cultura   
Ter, 06 de Dezembro de 2011 01:25

Eclipse não conta história linear e os personagens não têm nomes, são gnomons numerados de 01 a 05. Foto: Miguel Aun/DivulgaçãoEclipse não conta história linear e os personagens não têm nomes, são gnomons numerados de 01 a 05. Foto: Miguel Aun/Divulgação

Para sair de uma zona de conforto é preciso, no mínimo, coragem. Eclipse, nova montagem do Grupo Galpão, é isso: um ousado movimento de artistas que, do alto de sólida carreira de quase 30 anos, pisa no freio e se pergunta: "Quem somos nós?". E não pense que as respostas são traduzidas em cena. Pelo contrário. Assim como os russos, o Galpão demonstra ter "preferência especial por questões que permanecem sem respostas", como diz o texto. Eis o acerto.

Dirigido pelo russo radicado na Alemanha Jurij Alschitz, Eclipse é a segunda investida do grupo no universo do contista e dramaturgo Anton Tchekhov. Mais que fragmentos da dramaturgia de As três irmãs e O jardim das cerejeiras, ou de contos como A groselheira, O duelo, A flauta e outros, são as provocações filosóficas deixadas pelo escritor no rastro de sua obra que alimentam a peça. Chico Pelúcio, Inês Peixoto, Júlio Maciel, Lydia Del Picchia e Simone Ordones tinham algo a dizer – ou será refletir? – e fizeram de Tchekhov espécie de instrumento, sob a batuta de Jurij.

Não há uma história linear. Não há ação. O cenário se resume a uma parede, uma porta preta, um tablado e cinco cadeiras. São poucos também os adereços, assim como as cores. Apenas branco, preto, vermelho e um pouco de azul. Seria a atmosfera perfeita para o tédio se o vazio não fosse preenchido por palavras, ou melhor, pelo que é mais básico no teatro: a arte de interpretar um texto. É aí que o Galpão aprofunda seu exercício e, de quebra, brinca com limites da ficção e da realidade.

Quebras, aliás, são constantes na montagem. O figurino é uma viagem "modernosa" à vanguarda russa. Os personagens não têm nomes. São gnomons numerados de 01 a 05, que, à espera do fim de um eclipse solar, discutem sobre felicidade, fé, pecado, talento e caos. Os temas surgem como se fossem fases de um jogo em que o público é convidado a embarcar. Nessa onda, os gêneros também se misturam. Entre a comédia e o drama, o absurdo é um flerte permanente.

Durante os 90 minutos de Eclipse, o Galpão usa o humor para chamar a atenção para a metalinguagem. É quase como se falassem: caro público, somos atores, estamos fazendo teatro e isso pode mesmo parecer sem sentido. Mas será que devemos procurar sentido para coisas, para a vida, para o teatro?

Eclipse estreou mas, assim como para as groselhas ou para as cerejas de Tchekhov, a madurez ainda pode fazer muito bem. É nítido que a peça demanda dos atores uma postura diferente da que tinham até então. Há tanto tempo acostumados com uma comunicação direta com a plateia, é natural que o novo cause certa insegurança. Mas nada que o tempo não atue a favor. O caminho está traçado. É hora de voar.

ECLIPSE

Com o Grupo Galpão. Galpão Cine Horto, Rua Pitangui, 3.616, Horto, (31) 3461-1734. De quinta a sábado, às 21h; domingo, às 19h. Ingressos:

às quintas e sextas, R$ 24 (inteira) e R$ 12 (meia); sábados e domingos, R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).

Última atualização Ter, 06 de Dezembro de 2011 01:32
 

Adicionar comentário

Não é permitido palavrões ou palavras que ofendam grupos sociais específicos. Você pode demonstrar sua indignação e/ou euforia, entretanto utilize termos adequados e bom senso.


Reservamo-nos o direito de retirar palavras ou frases ofensivas ou então substituir pelo termo [INAPROPRIADO].

Opiniões políticas, culturais, sociais e/ou religiosas são de responsabilidade de seus COMENTARISTAS.

Antes da publicação dos comentários respondemos os e-mails de todos os COMENTARISTAS para maiores informações; se o e-mail não existir ou não for respondido com as informações solicitadas, o PORTAL DE CONFINS se resguarda no direito de não publicar o comentário.


Código de segurança
Atualizar




Outras notícias:

Powered By relatedArticle

Notícias - Cultura

Imagem
POLÍTICA É UMA ARTE. FÓRUM CULTURAL DE CONFINS

Confins é sede do Fórum de Políticas Culturais, encontro que reúne artistas, articuladores e... Leia mais...
Imagem
FÓRUM DE CULTURA APRESENTA CARTILHA FEDERAL PARA CRIAÇÃO DE CONSELHO MUNICIPAL DA CULTURA

A última reunião do  aconteceu na atual sede do projeto Voo Livre, foram discutidas as... Leia mais...
Imagem
VOANDO ALTO. PROJETO VOO LIVRE ESTÁ EM NOVO ENDEREÇO E COM VÁRIAS NOVIDADES

As inscrições estão abertas nos dias 29 e 30 de abril, das 14 às 19 horas na mesma rua da... Leia mais...
Imagem
VOO LIVRE. A PRIMAVERA CHEGOU E TUDO QUE É BOM SE RENOVA!

O Projeto Voo Livre em parceria com a Mineração Lapa Vermelha promoveu um maravilhoso mês com... Leia mais...
Imagem
MUDO E PRETO E BRANCO, O ARTISTA TEM DESPERTADO INTERESSE NO PÚBLICO

Consagrado na premiação do Bafta filme surpreende pela capacidade expressiva Com os prêmios... Leia mais...
Imagem
ROMANCES DE CLARICE LISPECTOR TÊM REEDIÇÃO

Publicação de José Castello traz síntese das obras da escritora   É mais ou menos um... Leia mais...
Imagem
ÁLBUM PÓSTUMO DE AMY WINEHOUSE LIDERA AS VENDAS NA GRÃ-BRETANHA

Lioness: Hidden Treasures foi lançado no início de dezembro O álbum póstumo da cantora... Leia mais...
Imagem
GALPÃO ALÇA VOO RUMO AO DESCONHECIDO COM O NOVO ESPETÁCULO INSPIRADO NO UNIVERSO DE ANTON TCHEKHOV

Para sair de uma zona de conforto é preciso, no mínimo, coragem. Eclipse, nova montagem do Grupo... Leia mais...
Imagem
ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO COMEMORAM 20 ANOS DE PARCERIA COM SHOW EM B

A dupla garante: depois das desavenças recentes, as relações profissionais e afetivas estão... Leia mais...
Imagem
ALCIONE TRAZ A BH SHOW DO PROJETO DUAS FACES, QUE INCLUI CDS E DVDS

Cantora se apresenta no Chevrolet Hall Carinhosa e popularmente conhecida como Marrom, a maranhense... Leia mais...
Banner
Se você não quer sua foto publicada no Portal de Confins, entre em contato citando o evento e o número da foto para retirarmos.
 

Leia o Jornal